Estrela

quinta-feira, 21 de abril de 2011.
   
Eu fecho os meus olhos e escuto a chuva batendo nas folhas das árvores.
Nos meus devaneios eu penso em ti, nas tuas palavras, no teu olhar.
Eu percorri um caminho infinito para poder lhe alcançar, para ter a chave da verdade. Mas eu me perdi, não havia alguém segurando a luz...
A fita que nos conectava se rompeu.
Nas tardes quentes de verão eu fecho os meus olhos tentando sentir a sua presença, mas parece que você está muito longe. Minha voz não lhe alcançará.
Deitada em meio as flores que você tanto gostava eu estico os braços tentando tocar aquele céu azul, mas ele continua ali, inerte,Como eu queria poder pegar uma nuvem, será que assim eu te sentiria?
O sol vai se pondo e as estrelas que você tanto admirava vão aparecendo uma a uma. Se eu me esforçar uma pouco eu conseguiria pegar aquele que mais brilha?
O vento sopra no meu rosto levando as minhas lágrimas.
Então esse é o adeus?
Eu nunca desistirei, com certeza eu pegarei aquela estrela para ti, somente ti.
Os galhos dançam deixando que o vento conduza eles. Estão espetando o céu...
Minhas lágrimas chegaram até ti?

1 Comentário:

Hanny disse...

Muito lindo o texto! Parabéns

 
Meu Refúgio © Copyright 2010 | Template By Mundo Blogger |