Devaneios

quinta-feira, 11 de novembro de 2010.

*
Sem você o meu mundo desabou... A felicidade, que era infinita,  parece que a dor a está sugando, cada palavra sua está no subsolo da minha mente, para que eu nunca esqueça. O céu, que antes era azul e mágico - olhando junto contigo -, não passa de cinzas e nada mais. As estrelas, que eram infinitas e brilhantes, sumiram e você sabe o quanto eu pedi para que elas voltassem e me iluminassem? Uma vez eu fui pintada com as suas cores, e na sua partida o brilho e o clarar foram desbotando pouco a pouco. O meu sol não aparece mais, não me aquece, não me dá forças. Estou esmaecendo lentamente...
Eu queria o calor do teu abraço e o seu sorriso contagiante mais uma vez.Você não pode falar de novo que me ama? O seu amor esvaeceu?
Não lhe obrigarei a me amar. Obrigada por tudo e seja feliz.

.. Baby ..

2 Comentários:

Dylan disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Dylan disse...

As mudanças trazem consigo a dor.
E nas lembranças de amor,a irrefutável certeza...de que os dias não serão mais vivos e o viver não será mais próprio.
Com a presença em mim de quem se foi. Habitando minha memoria,desvirtuando minha direção. Corro pro nada...em vão...caío ao chão.
Inerte e triste, percebo a razão...
De que não se pode ser livre,depois de amar uma vez.
Fecho os olhos e por um instante acredito...que dormirei para sempre....e nunca mais serei eu novamente.
Há sempre uma segunda chance. Mesmo aos que amam.
É preciso mudanças. Os amores vem e vão...mas estes nunca nos deixarão...livres.

 
Meu Refúgio © Copyright 2010 | Template By Mundo Blogger |