Inseto

sábado, 20 de novembro de 2010.
Tuas máscaras estão presas a você
Tuas mentiras já não aguento
Tuas palavras sínicas me incomodam
Tu transpiras mentiras que me irritam
Tuas mãos frias passam-me uma alma feia e grotesca
Eu te odeio mais e mais
por você ser assim
Tu és tão insignificante que não merece nada
nem mesmo estas palavras
Como um inseto...

2 Comentários:

Srtª Bêêh disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Srtª Bêêh disse...

Há quem mereça tuas palavras... Nem mesmo o ódio é aceitável.

 
Meu Refúgio © Copyright 2010 | Template By Mundo Blogger |