Perdida

quinta-feira, 21 de abril de 2011.

                
Trancada em meu quarto, sem querer, deixo lágrimas caírem. Lágrimas de vergonha.
Eu queria poder esquecer-te, apagar as memórias que persistem em invadir a minha mente.
Quero desaparecer, fugir para um outro mundo, fechar os olhos e pensar que tudo foi uma fantasia.
Quero ser levada com o vento...
Quero pegar as minhas aflições e trancá-las em uma caixinha, para que elas não voltem a me atormentar.
Dor...
Lágrimas...
Memórias...Que aos poucos estão me desfazendo.
Afogo-me com as lágrimas e abafo os meus gritos no travesseiro.
Sou apenas uma garotinha que está perdida.
Quero fechar os olhos e esquecer de tudo.
Quero ser levada com o vento...
Desaparecer...
Infectada...
Fui banhada com águas insanas, águas corrompidas com o veneno da dor.
Esquecer-te
Fugir dos meus pensamentos...
Quero correr com uma menina amedrontada.Correr sem destino.
Não quero enfrentar a realidade, quero pensar que nada aconteceu.
Memórias sujas...
Quero que o vento me leve.
Entenda-me...
Abrace-me...
Perdoe-me...
Minhas mãos, braços, pernas, ouvidos, olhos...
Perdidos no poço da misericórdia...
Quero que o vento me leve.

Comentários:

 
Meu Refúgio © Copyright 2010 | Template By Mundo Blogger |